Horacio Junior

25 Curiosidades sobre São Januário

O Estádio mais charmoso do mundo e com história mais linda, completa hoje 91 anos. A coluna hoje tem o objetivo de listar as curiosidades de um dos maiores orgulhos dos torcedores do Vasco.

1 – Luta contra o preconceito!

A construção de São Januário se deve a uma imposição da AMEA (Associação Metropolitana de Esportes Atléticos) formada por Flamengo, Fluminense, Botafogo e América, que o impediam de participar da elite do futebol carioca por possuir atletas negros no elenco.

Diversas exigências foram criadas para barrar o Vasco que era o campeão estadual. Por exemplo, os jogadores precisariam provar que estudavam ou trabalhavam. Não em um trabalho qualquer, mas em um emprego decente. Empregados subalternos eram riscados”. Essas imposições causaram o afastamento de 12 jogadores por não atenderam as demandas da AMEA.

Diante das pressões, o presidente do clube, José Augusto Prestes, assinou um ofício no dia 7 de abril, que ficou famoso na história do futebol carioca e brasileiro, desistindo de participar da nova liga criada.

No ano seguinte, os representantes da AMEA decidiram convidar o Vasco à elite carioca, já que a renda do campeonato da LMDT (Liga Metropolitana de Desportes Terrestres) que continha os clubes que não foram aceitos pela Associação, dentre eles o Vasco, foi maior do que a da própria AMEA.

Outra exigência para tentar barrar o Vasco era que os clubes precisariam ter campos e sedes próprios. Começou assim uma intensa campanha de arrecadação de recursos para a construção do estádio, que, em menos de um ano, conseguiu oito mil novos sócios ao clube. Além disso, cerca de dois mil contos de réis foram arrecadados.

2 – Data

A compra do terreno de São Januário (65,445 m²) aconteceu em 28 de março de 1925.

3 – Obra eficiente

São Januário foi construído em menos de 11 meses (a pedra fundamental foi lançada em 6 de junho de 1926) e inaugurado em 21 de abril de 1927.

4 – Nome de “Batismo”

Nosso estádio foi batizado como “Estádio Vasco da Gama” mas posteriormente recebeu o nome de São Januário devido a rua que passa na entrada da torcida visitante.

5 – Colônia Portuguesa

Segundo o geógrafo Fernando Ferreira, o bairro de São Cristóvão foi escolhido, pois tinha características condizentes com a origem do clube, como a proximidade da Rua Morais e Silva (Tijuca) e com a zona portuária do Rio de Janeiro (parte da cidade onde o clube foi fundado); uma numerosa colônia portuguesa presente na região; além da identificação do bairro com Portugal, construída desde a chegada da Família Real.

O quanto Você Gostou do Post?

Deixe Seu Comentário